Escrito por: Maria Rita Quemello

Especialista sobre o assunto abordou temas como poupança, investimentos e consumo consciente para jovens do Ensino Médio

A educação financeira faz parte da base curricular do colégio Delta, e por se tratar de um assunto extremamente importante, a escola, que fica localizada na zona norte de são paulo, convidou o Co-fundador do Banco Digital C6 Bank, Tiago Gali, para compartilhar seus conhecimentos e experiências com os alunos do ensino médio.

 

Tiago é especialista em finanças e atua como investidor e mentor de startups, com a palestra “De volta aos 17 – O que eu gostaria de ter aprendido sobre dinheiro ainda jovem”, Galli citou diversos caminhos e possibilidades para que os jovens possam ter uma boa estrutura financeira no futuro. 

 

De acordo com o especialista, quanto mais cedo começamos a investir, melhores são as oportunidades: “Muito do que a gente constrói no mundo dos investimentos está associado ao tempo, então está mais do que provado que quanto antes a gente começa investir na nossa relação com o dinheiro, entender como essa relação funciona e investir, aumenta nossa chance de alcançar a nossa chance de liberdade financeira.” explica Galli. 

 

Tiago ainda comenta sobre a importância da educação financeira e como isso impacta a vida das pessoas: “Se entendermos que 8 a cada 10 famílias brasileiras estão endividadas atualmente,percebemos que é preciso fazer algo diferente. Na minha visão, quanto antes a gente se envolve com o dinheiro,maiores as chances de uma vida mais tranquila, isso melhora as relações familiares, possibilita que as pessoas realizem mais ações para a sociedade, ao invés de ficarem correndo atrás do salário do mês para pagar um boleto parcelado em 12 vezes.”, ressalta o investidor. 

 

O mentor de startups explica que o tema é relativamente novo e por isso pais a alunos podem e devem aprender juntos: “É um assunto novo para todos e os pais precisam encarar isso como uma forma de aprender também,  não existe uma expectativa de que os pais entendam e consigam dar lições sobre educação financeira, mas eles podem estudar e aprender em conjunto com os filhos.”, comenta. 

 

Os alunos ficaram animados com a palestra e fizeram muitas perguntas sobre o tema, Marina dos Santos Rocha, estudante do 2º ano do ensino médio disse que se sentiu motivada com o assunto: “A palestra foi muito interessante, particularmente achei inovadora, pois dificilmente outras escolas abordam esse tema. Sai motivada e pensando em investir, pensando no meu futuro.”, contou a aluna.

 

Eric Satoshi Kubo, que também é estudante do 2º ano do ensino médio, saiu da palestra pensando em investir: “ O Tiago abrangeu diversos assuntos dentro desse tema e a forma como ele explicou me incentivou a buscar mais sobre o assunto. Tudo o que ele compartilhou sobre a experiência dele me inspirou! Eu vou focar em investimentos, pois acho interessante pensar no futuro.” comenta Eric.

 

Durante a palestra Tiago explicou a necessidade de construir nos jovens uma mentalidade que compreende a importância de poupar agora, a não cair nas tentações do consumo desenfreado, não gastar o que  não tem e que esses pequenos passos, parecem simples, mas às vezes não são fáceis de seguir, porém, essas atitudes fazem uma grande diferença a longo prazo.

 

O especialista afirmou que a não inclusão da educação financeira no currículo escolar faz com que a situação continue igual e deixou uma mensagem para os pais: “O recado que dou é que conversem com a escola para incluir a matéria na grade curricular,provavelmente os pais não tiveram a oportunidade de estudar sobre o tema no período em que eles foram alunos, então se coloquem também como entusiastas e estudantes dessa matéria, pode ser uma forma muito gostosa de aprender com os filhos.”, finaliza Tiago.