Por: Maria Rita Quemello

Interessados em assuntos ligados ao mercado financeiro, alunos do colégio Delta visitam uma das principais empresas de infraestrutura de mercado financeiro no mundo.

Após participarem de uma palestra sobre educação financeira, os alunos do ensino médio do Colégio Delta, localizado na zona norte de São Paulo, realizaram uma visita técnica à B3, uma das principais empresas de infraestrutura de mercado financeiro no mundo, com atuação em ambiente de bolsa e de balcão.

Os estudantes participaram de um tour pelo MUB3 – Museu da Bolsa do Brasil, que tem como propósito estabelecer uma nova relação das pessoas com o universo da educação financeira e o impacto em suas vidas. Por meio de uma jornada de conhecimento repleta de fatos e curiosidades sobre o mercado de capitais, o museu aproxima, dialoga e democratiza o acesso à informação, ao conhecimento, à cultura e a educação.

Além de um tour guiado pelo museu, os estudantes visitaram outros espaços da empresa e tiraram suas dúvidas com o responsável pelas Negociações eletrônicas da B3, Thiago Ferraz, e tiveram a oportunidade de entender mais sobre mercado financeiro, economia e investimento.

A B3 recebe a visita de diversos grupos escolares, compostos por jovens interessados em conhecer mais sobre o mercado financeiro. De acordo com Thiago Ferraz esses jovens são os investidores de amanhã: “Para a B3, é muito importante oferecer conhecimento e condições para que esses jovens saibam o que fazer com o seu dinheiro em breve. O mercado de capitais brasileiro tem um enorme potencial de desenvolvimento, e esse desenvolvimento passa pela educação” explica Ferraz.

O especialista ainda comentou sobre a importância em compreender o mercado financeiro e como isso impacta positivamente a sociedade: “Aprender e entender sobre o mercado financeiro permite que a sociedade amplie seus horizontes de crescimento. Um investidor, quando compra ações de uma empresa, por exemplo, está financiando seus investimentos e contribuindo para que gere empregos diretos e indiretos, aumentando a riqueza, a produção, o crédito e a prosperidade do país. A bolsa é o coração da economia” ressalta Thiago.

Quando questionado sobre a dificuldade que as pessoas possuem para aprender sobre o mercado financeiro, Ferraz explica que devido à tecnologia é possível acessar diversos materiais sobre o conteúdo: “Felizmente há muito conteúdo de qualidade disponível na internet. No site da B3 Educação há muito material gratuito e com linguagem super fácil de compreender para todos os níveis de interessados no assunto” comenta.

O especialista acredita que há uma ligação direta entre a educação financeira e o mercado financeiro, pois segundo ele, o desenvolvimento do mercado passa pela educação de seus participantes: “É imprescindível que as pessoas tenham consciência sobre o que fazer com o seu dinheiro. Isso possibilita que ampliem seus horizontes de crescimento sem recorrer sempre a empréstimos ou financiamentos. Tratar de dinheiro, de finanças e de investimentos não envolve somente ambição e lucro, mas principalmente segurança. À medida que as pessoas compreendem isso, o mercado se desenvolve organicamente” explica Ferraz.

Thiago finaliza deixando uma mensagem aos jovens que pretendem seguir carreira no mercado financeiro, de acordo com ele o mercado financeiro é democrático e tem espaço para quem tiver força de vontade: “Esses jovens devem acreditar nos seus sonhos, acima de tudo. Mas que também estejam dispostos a estudar, a dar 110% de si em tudo o que fizerem” conclui.